Notcias

Voltar

Ineficincia do ataque segue como preocupao no Grmio

28/10/2021

Tricolor tem média de menos de um gol por jogo no Brasileirão

O Grêmio não é apenas o segundo pior time do Campeonato Brasileiro. A equipe que agora é comandada pelo técnico Vagner Mancini tem também o segundo pior ataque da competição. São apenas 23 gols marcados em 26 jogos disputados – média de menos de um gol por jogo. Até a Chapecoense, que somou somente uma vitória até aqui e é lanterna, balançou as redes mais vezes que o Grêmio. A ineficiência do ataque é algo preocupante e que precisa ser corrigido na reta final do Brasileirão para manter viva a esperança de sair da zona de rebaixamento.

O jogo diante do Atlético Goianiense, segunda-feira, é o exemplo perfeito de que o Grêmio tem finalizado bastante, mas a pontaria está longe de ser a ideal. O Tricolor finalizou 19 vezes, com cinco chutes na direção do gol, sendo uma oportunidade clara e que foi desperdiçada pelo volante Villasanti. As demais, com exceção de um chute de Luiz Fernando, não deram trabalho ao goleiro adversário.

 

“Esbarramos em erros que acontecem em um jogo de futebol, algumas decisões equivocadas, do gesto técnico, de escolha”, lamenta o técnico Vagner Mancini. São duas partidas sob o seu comando, e nas duas o Grêmio foi um time com mais ímpeto ofensivo. No confronto com o Juventude, o número de finalizações chegou a 14, com sete na direção do gol e três que terminaram em gols.

Aliás, foi a única partida em que o Grêmio anotou três gols no Brasileiro. O problema é recorrente. Quando o técnico era Luiz Felipe Scolari, o Grêmio também apresentava uma inoperância acentuada no setor ofensivo. No empate em 2 a 2 com o Cuiabá, por exemplo, o Tricolor finalizou 20 vezes e marcou dois gols. O Cuiabá sim foi efetivo com cinco chutes e dois gols. Na derrota para o Sport por 2 a 1, o Grêmio teve 22 conclusões e uma bola na rede, um aproveitamento comprometedor para um time que necessita vencer.


Vagner Mancini utilizou o mesmo trio de atacantes contra Juventude e Atlético-GO. E no próximo domingo, diante do Palmeiras, na Arena, manterá a formação com Alisson, Douglas Costa e Diego Souza, já que Ferreira e Borja estão suspensos. O colombiano, por questões contratuais, não poderia atuar de qualquer maneira. A defesa pode ter o retorno de Pedro Geromel. Recuperado de uma fratura em um dos dedos do pé, ele treina normalmente e está sendo avaliado no dia a dia. Na lateral-esquerda, Cortez, Guilherme Guedes e Diogo Barbosa brigam pela titularidade na vaga de Rafinha.

Com informações: correiodopovo.com.br

Assistncia

Gostaria de receber mais informaes do nosso portal por e-mail?

Panorama