Notícias

Voltar

Chilena e holandesa são as primeiras atletas fora da Tóquio 2020 por Covid-19

21/07/2021

Fernanda Aguirre do taekwondo e Candy Jacobs do skate tiveram testes positivos.

A chilena Fernanda Aguirre e a holandesa Candy Jacobs testaram positivo para covid-19 em Tóquio e são as duas primeiras atletas a deixarem a disputa dos Jogos Olímpicos por causa da infecção do novo coronavírus. Fernanda disputaria o torneio de taekwondo, e Candy, o de skate.

"Aguirre está assintomática e com boa saúde, mas infelizmente não poderá competir neste evento porque as autoridades sanitárias japonesas impõem uma quarentena de pelo menos 10 dias nesses casos", afirmou o Comitê Olímpico do Chile em um comunicado oficial, ressaltando que a informação foi divulgada com autorização da atleta.

"Estou arrasada. Tenho muita dor, muita angústia", disse Fernanda, que havia viajado do Uzbequistão, onde treinou com sua comissão técnica, para Tóquio, onde fez o teste, logo na chegada à capital nipônica, que deu positivo para covid-19.

Fernanda foi transferida do aeroporto de Tóquio para uma residência médica, onde ficará em quarentena com seu treinador, José Zapata. Apesar de os seus exames terem dado negativo para covid-19, Zapata deve realizar um confinamento preventivo.

Candy Jacobs, por sua vez, disse que ficou decepcionada com a notícia do teste positivo "Minha aventura olímpica acabou aqui. Sinto-me bem e fiz todo o possível para evitar isso. Tomei todos os cuidados (...) vou precisar de um tempinho para digerir essa decepção. Agora, rumo a Paris 2024", escreveu a skatista holandesa.

Desde o dia 1º de julho, segundo balanço atualizado nesta quarta-feira, 79 pessoas testaram positivo para o coronavírus entre as mais de 20 mil pessoas controladas (atletas, treinadores, jornalistas, etc.). Entre os 79 casos, oito são atletas, e cinco deles estão na Vila Olímpica.

Com informações: correiodopovo.com.br

Assistência

Gostaria de receber mais informações do nosso portal por e-mail?

Panorama