Notícias

Voltar

Equipes reforçam medidas de prevenção contra toxoplasmose em Santa Maria

17/05/2018

As ações desenvolvidas em relação ao surto de toxoplasmose em Santa Maria, bem como o reforço das medidas de prevenção, foram assunto de reunião no Ministério Público Federal na cidade, nesta quarta-feira. Participaram representantes do MPF, Ministério Público Estadual, da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) e da prefeitura, além de médicos infectologistas. Até o momento, o município tem 271 casos confirmados da doença, sendo 20 deles de gestantes. Ainda não foi detectada a origem da contaminação.

A procuradora do MPF Bruna Pfaffenzeller informou que a decisão de alertar ainda mais a população sobre o surto partiu de um grupo de médicos que emitiu nota técnica sobre a doença e alertando sobre dúvidas por parte da população em relação ao assunto. “O momento é preocupante e precisamos aprimorar a troca de informações com a população”, disse a procuradora.

A médica infectologista Jane Costa falou sobre o informativo direcionado aos moradores da cidade com dados como os sintomas de toxoplasmose e as medidas de prevenção. "Criamos o informativo porque o trabalho de esclarecimento com a população precisa ser intensificado", salientou. O material, elaborado por técnicos da prefeitura, 4ª CRS e do Hospital Universitário, destaca que os alimentos precisam ser adequadamente assados ou cozidos e que a água deve ser fervida por pelo menos um minuto. Informa ainda que a população mais suscetível são gestantes, imunodeprimidos e crianças com menos de 2 anos de idade. O informativo também alerta que, ao serem percebidos sintomas como febre, dor de cabeça e no corpo e ínguas no pescoço, é necessário procurar atendimento médico e evitar a automedicação.

A secretária de Saúde de Santa Maria, Liliane Mello Duarte, disse que os informativos serão distribuídos nas escolas municipais, unidades de saúde e em hospitais. Ela também destacou as principais frentes de trabalho, em parceria com órgãos estaduais e federais, para enfrentar o surto: a investigação do foco da contaminação, o tratamento - a partir das unidades de saúde - e a busca pela medicação. O prefeito Jorge Pozzobom destacou que, desde o início do surto, foram repassadas à população as medidas corretas de prevenção.

 

Com informações: correiodopovo.com.br

Assistência

Gostaria de receber mais informações do nosso portal por e-mail?

Internet