Notícias

Voltar

Major Juliano Amaral faz balanço dos oito meses no comando do 36º BPM

12/01/2019

A frente do 36º BPM desde maio de 2018, o Major Juliano Amaral deixou o comando da instituição no início deste ano. A partir do dia 08 de janeiro quem assumiu foi o Tenente Coronel Lúcio Henrique de Castilhos Alencastro.

Amaral passa a ser subcomandante e continuará no 36º BPM que abrange municípios da região como Flores da Cunha, Antônio Prado, Nova Pádua e São Marcos.

Em conversa com a reportagem da Rádio Solaris, o Major destacou que o foco de suas ações foi voltado para o policiamento ostensivo, recursos como horas extras, efetivo da administração em ações de rua.

A Força Gaúcha de Pronta Resposta, PATRES, ações de inteligência da região da Serra, instruções, ações com efetivos dos Pelotões de Operações Especiais dos cinco batalhões da serra, também desenvolvidas em Farroupilha ajudaram com os resultados alcançados.

Para o Major o aumento de policiais nas ruas aumentou a sensação de segurança da população. "O aumento no número de veículos abordados, vistoriados e fiscalizados, pessoas abordadas e identificadas, mapeamento estratégico dos locais mais incidentes, pontos de comércio de drogas, são questões que nos levaram a diminuir os furtos e roubos, crimes mais impactantes para as pessoas. Batemos forte no tráfico, aumentando em 400% as prisões, as quais foram certeiras, onde sabemos que das drogas vários outros crimes vêm de carona", destaca.

Uma atenção especial também foi dada ao PROERD que passou de um para nove instrutores para toda a área do batalhão. Em Farroupilha passaram pelo projeto 500 alunos, em São Marcos 168, em Antônio Prado 74 e em Flores da Cunha 287 alunos.

Outras atividades foram desenvolvidas, como promoção de encontros regionais e estaduais com setores de inteligência de todo estados. Nesses encontros participaram agentes da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Rodoviária Estadual, onde ampliamos os trabalhos, estreitamos relações e informações, padronizando protocolos de ações, sendo que as informações transitaram de forma eficiente e eficaz, proporcionando ações objetivas.

Amaral destaca a integração com o Ministério Público, oportunizando aos Promotores de Justiça estarem com a tropa, em diversos momentos, em que puderam falar sobre o cotidiano e ouvir os anseios dos policiais.

Foram fechadas parceiras com os SINDILOJAS, CDL, SINDIGENEROS e MOCOVI visando o bem de suas comunidades. Em Farroupilha foram estreitados laços com associação de bairros e comércio, reunindo comunidade e comercio e participando de grupos de WhatsApp com a finalidade de subsidiar e agilizar o processo de verificação de suspeitos e crimes em seus bairros, e junto ao comércio.

"Através das informações dessas parcerias nos renderam prisões e inclusive um confronto com óbito de criminosos em Farroupilha, pela agilidade de informações. Lembrando que deste trabalho, resguardado as proporções foi desencadeado em todos os municípios da área, envolvendo sempre forças vivas e MP de cada local".

Amaral faz um agradecimento a toda tropa do batalhão, administrativo, frações operacionais, inteligência e pelotão de operações especiais. Para o comandante todos foram de profissionalismo único, dedicados, motivados e correspondendo a cada novo desafio a ser alcançado. "Se alguém deve ser reconhecido nesse meu período de comando, são nossos policiais, eles que tem a rotina e a missão de estar junto às comunidades".

O Major lembrou também dos prefeitos, que segundo ele, sempre foram receptivos e preocupados com as demandas de seus munícipes, onde nunca mediram esforços para serem parceiros da BM quando o assunto era a segurança de suas comunidades.

"Só tenho agradecimentos a todos, pela receptividade, voto de confiança que me foi dado, e com certeza, agora na função de subcomandante, continuarei trabalhando, assessorando nosso novo comandante e estar lado a lado de todos".

 

Fonte: Ronei Marcilio - Grupo Solaris

Internet

Gostaria de receber mais informações do nosso portal por e-mail?

Assistência